Educar não é uma tarefa simples ou sempre igual e os filhos não trazem manual de instruções, por isso, não há receitas ou uma instrução única para todas as situações. É frequente, pela exigência e responsabilidade da tarefa de educar, os pais e mães sentirem-se frequentemente sozinhos e sem respostas.

Ainda existe muita vergonha ou dificuldade na procura de ajuda. Muitos pais e mães vivem com a ideia de que é suposto sabermos educar uma criança e termos um “instinto” que nos dá todas as respostas para lidar com os filhos.

 

O aconselhamento parental não passa por encontrar culpados ou atribuir falhas, mas sim por ajudar os pais e as mães e todos os que são cuidadores a desenvolver práticas mais adequadas, a perceber o que se passa, a desenvolver maior confiança e segurança nas suas acções e maior conhecimento do filho e das práticas parentais. É uma ajuda que permite aos pais um maior autoconhecimento enquanto pais e um conhecimento da relação entre as suas acções e os comportamentos dos filhos, auxiliando-os, por um lado a prevenir certas situações/comportamentos-problema e por outro, a resolvê-los quando surgem.

 

No meu consultório, poderá procurar aconselhamento parental em diversas áreas, entre elas:

  • Aconselhamento parental

  • Ajustamento de práticas parentais

  • Regras e limites

  • Gestão de birras e indisciplina

  • Gestão de situações de separação/ divórcio

Não saber tudo, não saber fazer tudo, nem fazer tudo bem é parte do ser humano.

Porque não deveria ser assim na complexa tarefa de educar um filho?

 

Afinal estudamos para ser médicos, para ser cozinheiros ou para ser jornalistas.

Porque não podemos estudar e aprender para sermos melhores pais?

  • Facebook - Black Circle
  • Google+ - Black Circle