Porque a comunicação é muito mais do que palavras

August 5, 2016

Respirar, viajar, recuperar, desligar por momentos, mesmo que nunca nos desliguemos. Ganhar forças, reiventarmo-nos e recarregar força e felicidade. As pausas são momentos fundamentais para qualquer profissional e de grande responsabilidade para quem trabalha em saúde mental, especialmente com miúdos.

São fundamentais enquanto momentos de recuperação, regeneração, autocuidado, mas acabam sempre por nos ensinar tanto, a cada minuto, em cada experiência. Especialmente, quando usamos as pausas para nos desafiarmos, irmos além do que conhecemos, experimentarmos o que é novo, ultrapassar medos, ter curiosidade e estar genuinamente abertos à experiência.

Na pausa grande deste ano, a aprendizagem foi um privilégio de vida, em cada segundo e em cada passo e virar de esquina. No fim do caminho, no regresso, sento-me e o que realmente ficou: A comunicação, comunicar, ligarmo-nos como podemos e deixar acontecer.

Ficou a delícia de comunicar sem ser por palavras. Comunicar a cada movimento, com os olhos, por sons que inventamos, com os quais de um segundo para o outro conseguimos criar um alfabeto novo, próprio e tão cúmplice com alguém que não nos conhece, nunca nos viu antes e não consegue compreender uma única palavra do que dizemos.

Ficou a certeza de que o trabalho preventivo e precoce nas idades das oportunidades é precioso, determinante e eficaz! Existe e acontece. Mesmo quando nos querem fazer acreditar que não...

Ficou a certeza de que a comunicação é muito mais do que palavras. Especialmente com os miúdos.

Basta um sorriso, um olhar, uma gargalhada e um gesto. Basta imaginar e criar uma espécie de alfabeto imaginado que não é mais do que um "óóóó" ou um "aaahhhh" e que pode ser reparador, apenas num segundo ou construir para sempre algo precioso, também apenas num segundo.

 

Comuniquem. Pelo olhar, pelo toque, pelo sorriso, pelo som. Acima de tudo, comuniquem. Com os vossos filhos. Mesmo que as palavras faltem. Criem, inventem, persistam e acreditem.

 

Rita Castanheira Alves

 

 

Please reload

Posts Em Destaque

Carta de um adolescente em confinamento

April 27, 2020

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

  • Facebook - Black Circle
  • Google+ - Black Circle