O que ficou do 1º filme do Mês da Prevenção dos maus-tratos na infância 2015

April 14, 2015

 

Na passada Quinta-feira, dia 9 de Abril, a convite da equipa organizadora da Campanha de Prevenção dos Maus-Tratos na Infância, participei no habitual ciclo de cinema, que é sempre muito mais do que um filme, escolhendo o filme dessa noite e dinamizando a conversa sobre o mesmo.
A minha escolha foi para Meu Pé de Laranja Lima. O auditório não estava cheio, com muita pena minha, continua a ser um evento de extrema importância, muito interessante, mas com pouca adesão. No entanto, poucos mas muito bons. Mesmo!

Depois do filme e de uma pausa para limpar lágrimas, respirar fundo e regressar ao mundo real, iniciámos a nossa conversa com o público. Com a excelente e rica participação da Dra Maria João Vargas Moniz e da Dra. Maria Perquilhas, conversámos sobre prevenção, sobre pais, sobre crianças, escolas e medidas importantes.
 Foi muito rico e interessante.

Mas o que mais ficou foi  privilégio de termos presentes alguns miúdos. Duas delas, a que chamámos, carinhosamente, as "sobreviventes", porque a noite já ía longa e no dia seguinte havia aulas, deram um contributo precioso.
O que ficou de mais bonito, importante e espantoso foi o dito por uma das "sobreviventes", a R. que não teria mais de 11/12 anos: " Todas as crianças deviam ter direito a um sorriso."

E assim, um conjunto de adultos, pais, técnicos, educadores, professores, psicólogos, juristas, pararam e uma salva de palmas foi o sinal de que a R. "sobrevivente" tão nova, já sabe tão bem prevenir o mau-trato.

Obrigada por todas as aprendizagens.

A campanha continua o resto do mês e o ciclo continua. Basta consultar o programa que aqui partilho. 

 

Rita Castanheira Alves

Please reload

Posts Em Destaque

Carta de um adolescente em confinamento

April 27, 2020

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

  • Facebook - Black Circle
  • Google+ - Black Circle